Os pilotos brasileiros da Fórmula 4 germânica, Enzo Fittipaldi e Gianluca Petecof, conseguiram bons resultados na ronda disputada no circuito de Hockenheim, em preliminar da prova de Fórmula 1.

Pilotos da Academia Ferrari

Ambos os pilotos correm também pela Tatuus no campeonato italiano de Fórmula 4, e são parte da academia Ferrari, que já “elevou” Charles Leclerc à Fórmula 1 com sucesso. O carro que conduzem é um Abarth de 160 cavalos, sendo que Fittipaldi (irmão de Pietro e, claro, neto de Emerson) vai em sua segunda temporada na categoria, enquanto Petecof está fazendo sua temporada de estreia depois de um percurso cheio de sucesso no karting. Ambos tiveram a oportunidade de se encontrar com Sebastian Vettel durante esse final de semana.

Resultados diferentes, boas recuperações

Na primeira corrida, que aconteceu no sábado (21 de julho), Fittipaldi largou da oitava posição e recuperou até o quarto lugar. Já Petecof, de acordo com sua juventude, largou do décimo quarto lugar do grid e terminou na sexta posição.

A segunda corrida, no domingo (22 de julho), teve resultados semelhantes. Fittipaldi largou do sexto lugar e conseguiu um pódio, com a terceira posição; Petecof largou do décimo lugar e terminou em sétimo. Duas corridas bem combativas dos pilotos brasileiros.

Fittipaldi é 3.º classificado no campeonato alemão, liderado pelo alemão Lirim Zendeli, e lidera ele próprio o campeonato italiano da categoria. Petecof é 10.º classificado na tabela do alemão e 8.º no italiano, se mostrando bem competente em sua temporada de estreia. Dois nomes para o Brasil seguir nos próximos anos.

Nomes famosos no grid da Fórmula 4 germânica

Não é só Enzo Fittipaldi que tem um nome famoso na edição de 2018 da categoria de base do automobilismo da Alemanha. No campeonato estão participando também David Schumacher (filho de Ralf e sobrinho de Michael schumacher) e ainda Jack Doohan (filho de Michael Doohan, pentacampeão da MotoGP sob seu antigo nome de 500cc).